quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Polícia Federal - A Lei é para Todos


Direção: 
Marcelo Antunez
Roteiro:
Thomas Stavros e Gustavo Lipsztein
Elenco: 
Antonio Calloni ... Ivan
Marcelo Serrado ... Juiz Sérgio Moro
Ary Fontoura         ... Lula
Flávia Alessandra ... Bia
Bruce Gomlevsky ... Julio Cesar
João Baldasserini ... Vinicius
Rainer Cadete  ... Ítalo Agneli
Roberto Berindelli ... Youssef
Leonardo Franco ... Pedro Henrique
Adélio Lima         ... Antenor
Roney Facchini ... Paulo Roberto Costa
Tadeu Aguiar         ... Rodrigo
Leonardo Medeiros ... Marcelo Odebrecht
Juliana Schalch ... Juliana
Sandra Corveloni ... Dona Marici
Samuel Toledo ... Edu
Cris Flores         ... Lilian
Iaçanã Martins ... Mãe Julio Cesar
Genésio de Barros ... Pai Julio Cesar
Laura Proença ... Esposa do Juiz
Beth Zalcman   ... Dona Marisa




Sinopse:
2013. Durante a realização da Operação Bidone, a Polícia Federal apreende no interior um caminhão carregado de palmito, que trazia escondido 697 kg de cocaína. A investigação recai na equipe montada por Ivan Romano (Antonio Calloni), sedida em Curitiba e composta também por Beatriz (Flávia Alessandra), Júlio (Bruce Gomlevsky) e Ítalo (Rainer Cadete). As conexões do tráfico os levam ao doleiro Alberto Youssef (Roberto Birindelli) e, posteriormente, ao ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa (Roney Facchini), que revela uma imensa estrutura envolvendo construtoras e o governo, de forma a desviar dinheiro público. À medida que a investigação avança, o grupo liderado por Ivan se aproxima cada vez mais de alguns dos políticos mais influentes do país.




Minha opinião:

Não é fácil concentrar dezenas de ações e centenas de personagens do mais rumoroso caso policial da história do Brasil em duas horas de filme. 
Os roteiristas fazem a lição de casa, humanizam o lado do Ministério Público e esteriotipam o lado dos vilões. Não haveria outro jeito.
A pergunta é: se alguém chegasse de Marte amanhã e visse o filme, teria uma ideia do que se passou? A resposta é sim, dá para ter uma boa ideia, ainda que simplista dos fatos.
Os humores ideológicos no país podem a gritar que seus respectivos lados podem estar sendo prejudicados. Mas quando os americanos fizeram 'Spolight' com a mesma estrutura, ninguém disse nada e o filme levou o Oscar.
Ainda assim, os personagens do lado da polícia não provocam grande empatia. Seus discursos indignados parecem cair no vazio, diante da insuperável realidade em que, a cada nova descoberta, o que sabíamos até então fica pequeno.
Por outro lado, alguns dos vilões acabam sendo interessantes. Alberto Yussef tem as melhores cenas de alívio cômico. Já o Lula de Ary Fontoura é bem construído como o monárquico e prepotente ex-presidente.
Não é um grande filme, mas uma tentativa honesta de criar um thriller político. 
Deixando-se de lado as paixões, funciona.




Brasil 2017 - Duração: 107 minutos
Distribuição: Downtown/Paris - Gênero: policial
Data de estreia: 07/09/17







2 comentários: