sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Chocante


Direção: 
Johnny Araújo e Gustavo Bonafé
Elenco: 
Bruno Mazzeo
Lucio Mauro Filho
Bruno Garcia
Marcus Majella
Pedro Neschling
Tony Ramos​
Débora Lamm
Renata Gaspar
Klara Castanho
Priscila Assum



Sinopse:
Os anos 1990 marcaram o sucesso da boy band brasileira Chocante. Vinte anos mais tarde, o grupo acabou, e Clay (Marcus Majella), Tim (Lúcio Mauro Filho), Téo (Bruno Mazzeo), Toni (Bruno Garcia) e Tarcísio tomaram rumos diferentes na vida. Os antigos colegas se reúnem para um evento inesperado: a morte de Tarcísio. No funeral, eles decidem se apresentar mais uma vez, em nome dos velhos tempos. No lugar do falecido colega, entra o novato Rod (Pedro Neschling).







Minha Opinião:

O ótimo argumento de Bruno Mazzeo e Pedro Neschling aproveita a onda de nostalgia dos anos 80 e 90 para criar uma comédia dramática sobre perdedores e a efemeridade da fama.
O roteiro não é perfeito, mas funciona bem como comédia, principalmente ao pontuar a trama com referências pop, como Gugu, Sônia Abrão ou uma impagável canção do grupo Polegar.
Funciona também como drama ao tratar da vida real dessas ex-celebridades esquecidas no tempo e ao confrontá-los com o cenário atual dos youtubers e instagramers hiperexpostos.
A direção é dura e, talvez por opção estética, opta por enquadramentos e cores mais apropriados à tela pequena, o que reforça a percepção de produto feito para a televisão. Uma faca de dois gumes.
O elenco está bastante afinado, com alguns personagens mais bem desenvolvidos que outros, mas todos valorizados por bons intérpretes. A camaradagem e alegria do grupo transparece na tela.
"Chocante" surpreende positivamente ao tocar nossa memória afetiva, engaja ao tangibilizar os dramas pessoais e nos faz sorrir. Vale o ingresso.




Brasil 2016 - Duração: 88 minutos
Distribuição: Imagem - Gênero: comédia
Data de estreia: 05/10/17






Exodus - De onde vim não existe mais


Direção: 
Hank Levine
Elenco: 
Wagner Moura
Jule Böwe



Sinopse:
Um retrato das dramáticas e íntimas histórias de refugiados de diferentes partes do mundo que tiveram de deixar suas casas por motivos distintos. Durante dois anos, o filme acompanha as jornadas de Napuli, Tarcha, Bruno, Dana, Nizar e Lahtow, e mostra o desenrolar de seus destinos diante de um mundo pautado por fronteiras abertas e fechadas.






Brasil / Alemanha 2016 - Duração: 105 minutos
Distribuição: O2 Play / Paris - Gênero: documentário
Data de estreia: 28/09/17






quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Duas de Mim


Direção: 
Cininha de Paula
Elenco: 
Thalita Carauta
Luma Costa
Marcio Garcia
Maria Gladys
Hsu Chien Hsin
Latino
Gabriel Lima
Letícia Lima
Alessandra Maestrini
Priscilla Marinho
André Mifano
Flavia Quaresma
Claude Troisgros



Sinopse:
Suryellen (Thalita Carauta) é uma cozinheira que trabalha duro para manter sozinha o filho pequeno, a irmã mais nova (Letícia Lima) e a mãe (Maria Gladys). Um dia, após encontrar uma doceira mágica (Stella Miranda), seu pedido vira realidade e ela se divide em duas. Só que sua cópia, idêntica fisicamente, tem claras diferenças de personalidade, sendo muito mais extrovertida e corajosa. A ideia seria dividir as tarefas com a comparsa, mas logo Suryellen percebe que sua sósia tem planos próprios.






Brasil 2016 - Duração: 86 minutos
Distribuição: Downtown / Paris - Gênero: comédia
Data de estreia: 28/09/17






quinta-feira, 21 de setembro de 2017

O Piano que Conversa


Direção: 
Marcelo Machado
Elenco: 
Benjamin Taubkin



Sinopse:
O documentário retrata encontros do pianista Benjamim Taubkin com mais de 20 músicos de países de quatro continentes. Piano e pianista dividem o papel de protagonistas, em uma experiência musical sem entrevistas ou depoimentos.






Brasil 2017 - Duração: 77 minutos
Distribuição: MMTV - Gênero: documentário / musical
Data de estreia: 21/09/17






quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Divórcio


Direção: 
Pedro Amorim. 
Elenco: 
Camila Morgado
Murilo Benício
Luciana Paes
Thelmo Fernandes. 
André Mattos
Márcia Cabrita
Angela Dip
Cynthia Falabella
Bruna Tornarelli
Antônio Petrin
Lu Grimaldi

Robson Nunes



Sinopse:
O casal Noeli (Camila Morgado) e Júlio (Murilo Benício) leva uma vida humilde, até que os dois ficam ricos depois de criar um molho de tomate que virou sucesso nacional. Com o passar dos anos os dois vão se distanciando e um incidente é a gota d'água para a separação. Enquanto vão em busca do melhor advogado para defender o patrimônio, os dois se envolvem num processo de divórcio complicado.






Brasil 2016 - Duração: 110 minutos
Distribuição: Warner - Gênero: comédia
Data de estreia: 21/09/17






terça-feira, 19 de setembro de 2017

Pendular

Direção: 
Julia Murat. 
Elenco: 
Raquel Karro
Rodrigo Bolzan
Neto Machado
Marcio Vito
Valeria Barretta
Renato Linhares
Martina Revollo
Felipe Rocha

Larissa Siqueira


Sinopse:
Em um galpão abandonado, um casal de artistas contemporâneos observa a arte, a performance e sua intimidade se misturarem. A partir de sequentes contradições, eles vão aos poucos perdendo sua capacidade de distinguir o que faz parte dos seus projetos artísticos e o que nada mais é que a relação amorosa, criando até mesmo um conflito com seu passado.


Meu comentário:
A arte, mais do que uma representação da vida, é um espelho da alma do artista. O novo filme de Julia Murat - do ótimo 'Histórias que Só Existem Quando Lembradas' - mistura dança, escultura e cinema para criar metáforas sobre o espaço individual.
Um casal, ela bailarina, ele escultor, dividem um galpão onde ela ensaia e ele produz grandes e sólidas esculturas. Eles delimitam cuidadosamente o espaço de trabalho para que se vejam, mas um não atrapalhe o outro. 
Aos poucos, ele começa a invadir a área dela em busca de sentido para suas obras. Ela aceita, mas se ressente.
O trabalho dela é solitário, embora ensaie com um colega, suas coreografias são solos, nos quais expõe sua personalidade. 
Já ele, precisa de interação para produzir significado. Isso é didaticamente exemplificado através de uma brincadeira que ele faz desde criança ao desenhar, com os dedos de uma mão, três círculos que, invariavelmente se tocam. 
Ela precisa da solidão para criar, ele precisa da conexão. E essa divergência de expectativas acaba por afastar o casal.
A diretora compõe cuidadosamente um cenário em que a arte é tão ostensivamente sinônimo das emoções, que cria quase uma metalinguagem, dois mundos paralelos com o mesmo significado.
Não é uma obra fácil, mas é muito elaborada e inteligente. É um daqueles filmes que nos estimula a pensar, não apenas sobre ele, mas sobre a vida.





Brasil / Argentina / França 2017 - Duração: 108 minutos
Distribuição: Vitrine - Gênero: drama
Data de estreia: 21/09/17







quinta-feira, 14 de setembro de 2017

A Gente


Direção e Roteiro: 
Aly Muritiba

DOCUMENTÁRIO - Atores desconhecidos





Sinopse:
O diretor Aly Muritiba trabalhou por sete anos em uma prisão como integrante da Equipe Alfa. Ele retorna, como cineasta, ao seu antigo local de trabalho para documentar a rotina dos 28 homens e mulheres, que integram a Equipe Alfa, responsável pela custódia de mais de mil criminosos de uma penitenciária brasileira. .





Brasil 2013 - Duração: 99 minutos
Distribuição: Olhar - Gênero: documentário
Data de estreia: 14/09/17





Deserto


Direção: 
Guilherme Weber
Roteiro: 
Guilherme Weber e Ana Paula Maia
Elenco: 
Lima Duarte
Marcio Rosario
Pietra Pan
Magali Biff
Cida Moreira
Everaldo Pontes
Claudinho Castro




Sinopse:
Um grupo de artistas embarca em uma viagem apresentando um espetáculo por todo o sertão brasileiro. Mas, cansada da vida de nômade, a trupe decide se instalar em uma pequena cidade abandonada, e ali fundar a sua própria comunidade. Eles experimentam pela primeira vez uma outra forma de estar na sociedade, mas para que consigam conviver em harmonia, essas pessoas terão que enfrentar os desafios de viver um novo estilo de vida.





Brasil 2017 - Duração: 100 minutos
Distribuição: Fênix - Gênero: drama
Data de estreia: 14/09/17





quarta-feira, 13 de setembro de 2017

As Duas Irenes


Direção e Roteiro: 
Fabio Meira
Elenco: 
Priscila Bittencourt
Isabela Torres
Marco Ricca
Suzana Ribeiro
Inês Peixoto
Maju Souza
Teuda Bara
Ana Reston
Priscila Bittencourt
Marcela Moura



Sinopse:
Irene (Priscila Bittencourt) é a filha do meio de uma família tradicional do interior, que um dia descobre que o pai (Marco Ricca) tem uma filha fora do casamento, também chamada Irene (Isabela Torres) e da mesma idade que ela. Revoltada com a descoberta, Irene passa a se aproximar de sua meio-irmã e da mãe dela, sem revelar sua identidade. É o início de uma cumplicidade entre elas, que passa também pela descoberta da sexualidade.





Minha opinião:
Inspirado numa história real de família, o diretor Fabio Meira constrói um drama interessante, cheio de filigranas e significados subliminares.
A adolescente Irene descobre que seu pai tem uma outra mulher e uma filha com a mesma idade e o mesmo nome que ela. Mas a filha da amante é mais desenvolvida e mais despachada.
Irene, filha do meio de uma mãe rigorosa, criada pela babá, enxerga na nova irmã o que ela mesma poderia ser, um espelho invertido da sua realidade.
Esse contato faz com que ela mesma amadureça, saindo da situação confortável em que fora criada.
O pai, longe de ser um vilão, conduz bem a situação com as duas famílias, até que a descoberta da filha cria tensão e ameaça por fim ao delicado equilíbrio que criou.
O elenco todo está bem afinado, com destaque para Inês Peixoto, a amante que é a personagem que tem mais espaço para externar suas emoções.
A direção é bastante limpa e elegante, com um quê de cinema novo francês.
Mais um bom momento dos filmes nacionais este ano.




Brasil 2017 - Duração: 89 minutos
Distribuição: Vitrine - Gênero: drama
Data de estreia: 14/09/17 (Sessão Vitrine Petrobrás)







quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Polícia Federal - A Lei é para Todos


Direção: 
Marcelo Antunez
Roteiro:
Thomas Stavros e Gustavo Lipsztein
Elenco: 
Antonio Calloni ... Ivan
Marcelo Serrado ... Juiz Sérgio Moro
Ary Fontoura         ... Lula
Flávia Alessandra ... Bia
Bruce Gomlevsky ... Julio Cesar
João Baldasserini ... Vinicius
Rainer Cadete  ... Ítalo Agneli
Roberto Berindelli ... Youssef
Leonardo Franco ... Pedro Henrique
Adélio Lima         ... Antenor
Roney Facchini ... Paulo Roberto Costa
Tadeu Aguiar         ... Rodrigo
Leonardo Medeiros ... Marcelo Odebrecht
Juliana Schalch ... Juliana
Sandra Corveloni ... Dona Marici
Samuel Toledo ... Edu
Cris Flores         ... Lilian
Iaçanã Martins ... Mãe Julio Cesar
Genésio de Barros ... Pai Julio Cesar
Laura Proença ... Esposa do Juiz
Beth Zalcman   ... Dona Marisa




Sinopse:
2013. Durante a realização da Operação Bidone, a Polícia Federal apreende no interior um caminhão carregado de palmito, que trazia escondido 697 kg de cocaína. A investigação recai na equipe montada por Ivan Romano (Antonio Calloni), sedida em Curitiba e composta também por Beatriz (Flávia Alessandra), Júlio (Bruce Gomlevsky) e Ítalo (Rainer Cadete). As conexões do tráfico os levam ao doleiro Alberto Youssef (Roberto Birindelli) e, posteriormente, ao ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa (Roney Facchini), que revela uma imensa estrutura envolvendo construtoras e o governo, de forma a desviar dinheiro público. À medida que a investigação avança, o grupo liderado por Ivan se aproxima cada vez mais de alguns dos políticos mais influentes do país.




Minha opinião:

Não é fácil concentrar dezenas de ações e centenas de personagens do mais rumoroso caso policial da história do Brasil em duas horas de filme. 
Os roteiristas fazem a lição de casa, humanizam o lado do Ministério Público e esteriotipam o lado dos vilões. Não haveria outro jeito.
A pergunta é: se alguém chegasse de Marte amanhã e visse o filme, teria uma ideia do que se passou? A resposta é sim, dá para ter uma boa ideia, ainda que simplista dos fatos.
Os humores ideológicos no país podem a gritar que seus respectivos lados podem estar sendo prejudicados. Mas quando os americanos fizeram 'Spolight' com a mesma estrutura, ninguém disse nada e o filme levou o Oscar.
Ainda assim, os personagens do lado da polícia não provocam grande empatia. Seus discursos indignados parecem cair no vazio, diante da insuperável realidade em que, a cada nova descoberta, o que sabíamos até então fica pequeno.
Por outro lado, alguns dos vilões acabam sendo interessantes. Alberto Yussef tem as melhores cenas de alívio cômico. Já o Lula de Ary Fontoura é bem construído como o monárquico e prepotente ex-presidente.
Não é um grande filme, mas uma tentativa honesta de criar um thriller político. 
Deixando-se de lado as paixões, funciona.




Brasil 2017 - Duração: 107 minutos
Distribuição: Downtown/Paris - Gênero: policial
Data de estreia: 07/09/17







Lino - Uma Aventura de Sete Vidas


Direção: 
Rafael Ribas
Elenco / Vozes: 
Selton Mello
Dira Paes
Paolla Oliveira
Luiz Carlos de Moraes
Guilherme Lopes
Hélio Ribeiro
Lupa Mabuze
Leo Rabelo
Marcelo Xepa
Reinaldo Rodrigues
Paulo Bernardo


Sinopse:
Lino trabalha como animador de festas, mas não aguenta mais ter que suportar todos os maus tratos feitos pelas crianças, que zombam dele por trabalhar com uma ridícula fantasia de gato gigante. Determinado a mudar sua vida, ele contrata os serviços de um feiticeiro, mas, inesperadamente, a magia acaba sendo um tiro no pé e Lino se transforma justamente em um felino enorme..


Brasil 2017 - Duração: 93 minutos
Distribuição: Fox - Gênero: animação / comédia
Data de estreia: 07/09/17