quinta-feira, 29 de junho de 2017

A Terra Vermelha


Direção: Martinez Vignatti
Elenco:
Geert Van Rampelberg
Eugenia Ramírez Miori
Hector Bordoni
Jorge Aranda
Alexandros Potamianos


Sinopse
Pierre é um homem que trabalha em uma fábrica multinacional e é responsável por derrubar árvores em bosque para plantar pinheiro a fim de fazer papel. Além do trabalho, ele também divide o tempo com um time de rugby, pelo qual treina com paixão. Um dia, Pierre conhece Ana, uma professora rural que luta contra o uso inaquequado de agrotóxicos. 


Título original: La Tierra Roja
Bélgica / Brasil / Argentina 2017 - Duração: 104 minutos
Distribuição: Imovision - Gênero: drama - Classificação: 14 anos
Data de estreia: 29/06/17






Mar Inquieto


Direção: Fernando Mantelli
Elenco:
Rita Guedes
Miguel Lunardi
Leandro Lefa
Daniel Bastreghi
Eri Johnson



Sinopse
Anita era viciada em drogas e teve uma juventude conturbada. Atualmente vivendo em uma praia, ela leva uma vida sem propósitos e amedrontada pelos próprios medos. Enclausurada nesse local repleto de lendas sobre demônios e vozes que vem do mar, o que ela mais teme está dentro de sua casa, o marido Vitorino.



Brasil 2017 - Duração: 98 minutos
Distribuição: Lança Filmes - Gênero: drama - Classificação: 16 anos
Data de estreia: 29/06/17






Danado de Bom


Direção: Debby Brennand
Elenco:
João Silva
Dominguinhos
Elba Ramalho
Gilberto Gil


Sinopse
Com participações de músicos consagrados como Dominguinhos, Elba Ramalho, e Gilberto Gil, “Danado de Bom” acompanha o compositor João Silva em uma viagem pelo sertão nordestino até sua cidade natal, Arcoverde, no agreste de Pernambuco. João relembra sua jornada, de menino andarilho, semianalfabeto, até se tornar compositor de sucessos como “Pagode Russo”, “Nem se despediu de mim” e “Danado de Bom”, e um dos principais parceiros de Luiz Gonzaga. 


Brasil 2017 - Duração: 115 minutos
Distribuição: Inquietude - Gênero: documentário - Classificação: Livre
Data de estreia: 29/06/17







Introdução à Música do Sangue


Direção: Luiz Carlos Lacerda
Elenco:
Ney Latorraca
Bete Mendes
Armando Babaioff
Greta Antoine


Sinopse
No interior do Brasil, entre o mundo arcaico e o contemporâneo, uma família vive suas angústias numa atmosfera de desejo e repressão. Baseado em argumento do escritor Lucio Cardoso, um mestre do romance de introspecção psicológica.


Brasil 2015 - Duração: 95 minutos
Distribuição: ArtHouse - Gênero: drama - Classificação: 16 anos
Data de estreia: 29/06/17





quinta-feira, 22 de junho de 2017

Divinas Divas


Direção: Leandra Leal
Elenco:
Brigitte Buzios
Luiz de Castro
Fujica de Holliday
Eloina
Miguel Falabella
Bibi Ferreira
Aderbal Freire Filho
Camille K.
Ney Latorraca
Berta Loran
Marquesa
Rogéria
Valéria


Sinopse
Divinas Divas aborda a primeira geração de artistas travestis do Brasil. Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Camille K, Fujica de Holliday, Eloína, Marquesa e Brigitte de Búzios formaram, na década de 1970, o grupo que testemunhou o auge de uma Cinelândia 02 repleta de cinemas e teatros. O filme irá acompanhar o reencontro das artistas para a a montagem de um espetáculo, trazendo para a cena as histórias e memórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época.


Brasil 2017 - Duração: 110 minutos
Distribuição: Vitrine Filmes - Gênero: documentário - lassificação: 14 anos
Data de estreia: 22/06/17 (Sessão Vitrine Petrobras)






Meus 15 anos


Direção: Caroline Fioratti
Elenco:
Larissa Manoela
Rafael Awi
Daniel Botelho
Rafael Infante
Pyong Lee
Larissa Manoela
Priscilla Marinho
Victor Meyniel
Bruno Peixotoo
Lorena Queiroz
Bruna Tatar
Heslaine Vieira
Anitta


Sinopse
Aos quatorze anos de idade, Bia descobre que vai ganhar uma grande festa de quinze anos. A adolescente sonhadora não é muito popular na escola e conta com a ajuda do único grande amigo, Bruno, e do pai Edu, para conquistar novos amigos e comemorar seu aniversário.


Brasil 2016 - Duração: 103 minutos
Distribuição: Downtown/Paris - Gênero: documentário - lassificação: 10 anos
Data de estreia: 22/06/17






quinta-feira, 15 de junho de 2017

Sepultura Endurance


Direção: Otavio Juliano


Sinopse
Criada em plenos anos 1980, no cenário underground do metal em Belo Horizonte, a banda Sepultura nasceu a partir dos irmãos Max e Iggor Cavallera para, após a entrada do guitarrista Andreas Kisser, alcançar popularidade mundial. O documentário acompanha a jornada da banda ao longo de seus 30 anos de vida, retratando os discos mais emblemáticos e as mudanças provocadas devido à saída, em momentos distintos, de seus músicos fundadores.


Brasil 2017 - Duração: 100 minutos
Distribuição: O2 Play - Gênero: documentário - Classificação: 12 anos
Data de estreia: 15/06/17






Cidades Fantasmas


Direção: Tyrell Spencer


Sinopse
A história de cidades que antes foram prósperas e que abrigaram populações inteiras, mas que hoje estão abandonadas e consumidas pelo tempo. Catástrofes naturais, motivações econômicas, embates políticos, guerras, são algumas das condições que levaram esses lugares ao total despovoamento.


Brasil 2017 - Duração: 70 minutos
Distribuição: Casa de Cinema de Porto Alegre - Gênero: documentário - Classificação: Livre
Data de estreia: 15/06/17






Os Transgressores


Direção: JLuis Erlanger
Elenco:
Lucinha Araújo
Celso Athayde
Paulo Freire
Carlos Tufvesson


Sinopse
Retrato de quatro figuras brasileiras: o educador Paulo Freire; o estilista e ativista dos direitos LGBTQ Carlos Tufvesson; Celso Athayde, criador da Central Única das Favelas; e Lucinha Araújo, criadora do Instituto Viva Cazuza, de apoio a portadores do HIV.


Brasil 2016 - Duração: 73 minutos
Distribuição: Film Connection - Gênero: documentário - Classificação: 12 anos
Data de estreia: 15/06/17





Quem é Primavera das Neves


Direção: Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo


Sinopse
Trajetória da tradutora portuguesa Primavera das Neves, responsável por traduzir "Alice no País das Maravilhas".


Brasil 2017 - Duração: 75 minutos
Distribuição: Casa de Cinema de Porto Alegre - Gênero: documentário - Classificação: Livre
Data de estreia: 15/06/17







Um Tio Quase Perfeito


Direção: Pedro Antônio
Elenco: 
Marcus Majella
Ana Lúcia Torre
Letícia Isnard
João Barreto
Sofia Barros
Eduardo Galvão
Osvaldo Mil
Bia Montez
Gustavo Nader
Júlia Svacinna


Sinopse
Tio Tony é um adorável trambiqueiro que vive de bicos como estátua viva, cartomante, pastor e sempre conta com a cobertura da mãe, Cecilia. Quando eles são despejados do muquifo onde moram, procuram a irmã de Tony, Angela, com quem não falam há anos. Ela tem três filhos, Valentina, de 5 anos; João, de 10; e Patricia, de 14, que mal conhecem a avó e o tio. Como Angela tem uma viagem de trabalho marcada e a babá não aparece, acaba aceitando o irmão e mãe em casa por uma temporada para ficarem com as crianças.


Brasil 2016 - Duração: 95 minutos
Distribuição: H2O - Gênero: comédia - Classificação: Livre
Data de estreia: 15/06/17 






terça-feira, 13 de junho de 2017

Mulher do Pai


Estreia: 22 de junho de 2017
Brasil / Uruguai 2017 
Drama 94'
Direção e Roteiro: Cristiane Oliveira
Elenco: Maria Galant, Marat Descartes, Veronica Perrotta, Amélia Bittencourt, Aurea Baptista, Jorge Esmoris.



Sinopse: 
A adolescente Nalu (Maria Galant) precisa cuidar do pai cego, após a morte da avó que os criou como irmãos. Quando Ruben (Marat Descartes) percebe o amadurecimento da filha, surge uma desconcertante intimidade entre eles. Mas, com a chegada de Rosário, o ciúme ganhará espaço na vida de ambos. 



Minha Opinião:
O novo cinema brasileiro passa necessariamente pelo olhar feminino. A cineasta Cristiane Oliveira estreia na direção de longas com um trabalho minucioso sobre um roteiro recheado de nuances e significados que vão além da superfície.
Cristiane quase sempre sabe controlar bem o tempo das cenas, pacientemente construídas para expor algo a mais.
A primeira cena já traz uma figura simbólica clássica, o trabalho no tear que revela a ligação umbilical entre os personagens da mãe com o filho e a neta, que já não se conforma em ficar presa àquela realidade.
Com a morte da matriarca, logo no início do filme, os horizontes do pai cego parecem se fechar totalmente, o que torna ainda mais urgente a necessidade da menina em transpor as fronteiras da pequena vila onde nasceu.
Ao mesmo tempo em que ela explora as influências externas, o pai se readapta a nova vida e reforça suas raízes. Mas é no momento em que a menina perde o posto de "mulher da casa", que o elo se quebra e ela finalmente ganha sua liberdade.
O filme é recheado de simbolismos fortes, às vezes óbvios, mas nunca banais. O prazer em compreender o tecido que a diretora constrói, elevam a sensação de empatia com as personagens e o resultado final é brilhante.
Uma obra madura, que merece ser vista nos cinemas.