terça-feira, 6 de maio de 2014

Muita Calma Nessa Hora 2



Muita Calma Nessa Hora 2 
Brasil, 2013
Downtown/Paris - Gênero: comédia

Direção: Felipe Joffily

Elenco:
Andréia Horta ... Tita
Bruno Mazzeo ... Vitor
Heloísa Périssé ... Esotérica
Daniel Filho ... Pai
Laura Cardoso ... Abuelita
Marcelo Adnet ... Augusto Henrique
Gianne Albertoni ... Mari
Maria Clara Gueiros ... Rita
Fernanda Souza ... Aninha
Emílio Orciollo Netto
Nizo Neto ... Reporter

Marcelo Tas

Sinopse: 
Três anos depois da viagem para Búzios, Mari (Gianne Albertoni), Tita (Andréia Horta), Aninha (Fernanda Souza) e Estrella (Débora Lamm) se reencontram no Rio de Janeiro onde Mari, produz um Festival de Música. Estrella volta da Argentina e seu 'novo' pai, Pablo (Nelson de Freitas), espera que a herança deixada para a 'nova' filha possa salvá-lo das dívidas e ajudar na construção de sua pousada. Mal sabe ele que a única herança é uma samambaia de estimação.
Um dos primeiros a prestigiar o evento é o Chicleteiro (Lúcio Mauro Filho), que faz questão de chegar antes de todo mundo para ver o show do Chiclete com Banana do gargarejo. Rita (Maria Clara Gueiros), a fiel escudeira de Pablo, faz campanha para atrair mais hóspedes para a pousada. Aninha consegue o emprego no Festival, mas acaba "perdida" com as demandas do astro da música pop-sertaneja Renan, galã (interpretado por Bruno Mazzeo), que tem mais amor a seu cabelo esdrúxulo que às fãs. Tita, após três anos vivendo em Londres, está decidida a arrumar um emprego como fotógrafa e tenta se readaptar ao país. Já no Rio, ela é quase atropelada por um ciclista, Augusto Henrique (Marcelo Adnet), o paulista com quem ela teve uma história em Búzios, no primeiro filme.

Duração: 90 min. Classificação indicativa: 12 anos.
Estreia: 10 de janeiro 





Facebook oficial: https://www.facebook.com/muitacalmanessahora


Comentário do editor:
«««
Por que o preconceito contra as globochanchadas? O filme original já trazia situações engraçadas. Nesta continuação, o roteiro usa a música e um megashow como pano de fundo e diverte. Quase numa estrutura de esquetes, traz boas piadas isoladas - a participação de Hélio de la Peña como todos os porteiros, por exemplo -, que proporcionam uma diversão despretensiosa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário